5 Sintomas que indicam que o seu sistema imunológico pode estar debilitado

Fator de Transferência: Descoberta científica prova que é possível transferir imunidade entre organismos
outubro 4, 2017
Novembro Azul: conheça a importância do exame de prevenção ao Câncer de Próstata
novembro 1, 2017

O cansaço contínuo, resfriados e dores de garganta frequentes podem ser um sintoma claro de um sistema imunológico fraco.

O sistema imunológico é o mecanismo que o corpo dispõe para se defender dos vírus, bactérias e muitos tipos de doenças. Às vezes, tende a se debilitar pela: má alimentação, o stress, ou algum tipo de doença; podendo evitar, desse modo, com que cumpra as suas funções básicas. Mas, quais são os sinais de fraqueza? Acompanha este artigo que explicaremos.

stress1

Como sei que o meu sistema imunológico está fraco?

O sistema imunológico é a nossa defesa, a nossa “resposta imune” a determinados agentes externos que podem entrar em nosso organismo e nos causar doenças. Composto por uma rede de células, tecidos e órgãos, eles são os responsáveis por trabalhar em conjunto para proteger o nosso corpo. Com certeza você sabe, estas células protetoras são leucócitos ou glóbulos brancos, encarregados por atacar precisamente esses organismos que nos causam doenças. Estas células estão localizadas no timo, no baço e na medula óssea. São os chamados “órgãos linfáticos”.

Se, por qualquer razão em um dado momento temos um baixo nível de leucócitos, deixamos de ser capaz de enfrentar estes elementos externos que nos causam doenças. Então é importante estar alerta a alguns determinados tipos de sinais, para que de imediato, nosso médico determine a origem desta debilidade e possamos enfrentá-la. Portanto, vejamos os indícios:

1. Cansaço

Bom, é verdade que o cansaço pode ter muitas causas. Mas quando é contínuo, quando, por exemplo, ao levantar pelas manhãs já nos sentimos esgotados, quando diante pequenos esforços acabamos rendidos, quando as diferenças de temperaturas nos produzem desânimos, enjoos, etc., já é um sintoma para levar em conta.

2. Infecções frequentes

Infecções de urina, de estômago, ter as gengivas sempre inflamadas e vermelhas, sofrer de diarreia com frequência, são exemplos de que o nosso sistema imunológico não enfrenta, como deveria, os agentes externos que se introduzem em nosso corpo. Não da à resposta adequada e não pode nos defender diante determinados vírus ou bactérias.

size_810_16_9_ansiedade

3. Resfriados, gripes e dores de garganta

Quantos resfriados você costuma pegar? Sempre te dói a garganta? Você sempre se contagia com gripes? Então visite o seu médico para que ele te faça exames e comprove seu nível de glóbulos brancos. Talvez o seu sistema imunológico não esteja te defendendo como deveria.

4. Alergias

Existem pessoas que sofrem reações alérgicas de modo mais frequente que a outra. Não podem dar resposta a determinadas influências de pólen, de pó, de agentes ao seu redor que impactam em nossa pele ou nossa mucosa, e que de imediato afetam a sua saúde. Se esse é seu caso, é possível também que tenha o sistema imunológico fraco.

5. Feridas que demoram em cicatrizar

É possível que quando você se corte ou faça um simples arranhão, fique sem curar a ferida depois de dias. As feridas não saram, mas sim infeccionam, inflamam e doem. A que se deve isso? Se acontece isso com você informe o seu médico essa lentidão.

Aprenda a fortalecer o seu sistema imunológico.

1. Cuide de sua dieta

Sabemos que você sabe. Uma boa dieta é o sinônimo de uma boa saúde. Mas às vezes só a fazemos quando já estamos sofrendo de algum problema, quando já estamos doentes. É necessário que mantenha uma nutrição variada e equilibrada em todo momento, rica em frutas, verduras, proteína magra, e baixa em açúcar, gordura e álcool. As frutas cítricas são sempre uma excelente ajuda, portanto não descuide do consumo de laranjas, tangerinas, mamões, uvas e tomates.

alimentacao-saudavel-pode-evitar-doencas-relacionadas-a-obesidade

Considere introduzir suplementos naturais na sua alimentação, pois é extremamente difícil manter uma alimentação realmente saudável hoje em dia e ainda seguir as outras recomendações. A Suplementação pode equilibrar essa diferença e suplementar o que falta. Os Suplementos de Fatores de Transferência estão entre as melhores opções, pois ao contrario de outros suplementos que se utilizam de vitaminas – que podem sobrecarregar o organismo – estes são naturais e utilizam-se apenas de moléculas para educar o sistema imunológico, restaurando e equilibrando suas funções naturais de identificar, combater e se lembrar das ameaças.

2. Durma o suficiente

11170115092014e84a196482d58f7eb9be9e4e73f4d8c5_XSTer um sono tranquilo e reparador, é imprescindível para manter forte o nosso sistema imunológico, para permitir que recupere energias e cumpra as suas funções essenciais. A insônia, as preocupações que nos obrigam a acordar continuamente, são inimigas da sua saúde.

3. Higiene e limpeza

Também o sabemos, mas às vezes pode nos passar despercebido. Lavar as mãos antes de comer, antes de mexer com comida, depois de tocar em animais, depois de chegar da rua ou do trabalho etc. É importante também cuidar da limpeza de nossos alimentos. Lavar bem as verduras que você irá cozinhar, as mergulhar em água  e eliminar qualquer resíduo. Tudo isso é imprescindível para proteger o nosso sistema imunológico.

4. Equilibra adequadamente o stress

O stress não é só uma emoção, se se torna crônico pode nos trazer graves problemas. Se acumulam toxinas em nosso organismo, enfraquece o nosso sistema imunológico, nos causa doenças. Portanto, leve ele em consideração. Estabeleça prioridades, aprenda a se amar, a encontrar seu tempo e a fazer coisas para você.

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos!

 

Abrir chat